Seja Bem-Vindo !

Neste blog você encontrará informações que suportam o meu ponto de vista de que a Herbalife é um golpe ! Leia com atenção e tire suas próprias conclusões !

Estudos associam consumo de Herbalife a lesões no fígado



Estudos científicos internacionais apontam o uso do complexo alimentar Herbalife a problemas no fígado

Produtos da Herbalife, uma das marcas de suplementos alimentares para emagrecer mais conhecidas, foram objeto de estudos clínicos sobre intoxicação no fígado na Suíça e em Israel, e publicados em 2007 no Journal of Hepatology, revista científica européia, uma das mais conceituadas na área. Ambos os estudos relacionam o uso de produtos da marca Herbalife e lesões hepáticas graves, como morte de células ou parte do tecido do fígado (necrose) e inflamação do fígado (hepatite). A divulgação dos artigos alertou pesquisadores, inclusive da Universidade Estadual de Maringá (UEM), sobre riscos à saúde aos quais consumidores de produtos ditos naturais, vendidos como suplementos alimentares ou dietéticos, podem estar sujeitos. Na avaliação do professor de Farmacologia da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Roberto Bazotte, o registro e a comercialização deste tipo de produto sem que sejam feitos exames de toxicidade prévios é um equívoco. "Quando não são feitos estudos toxicológicos em animais de laboratório, o cobaia é o ser humano", afirma. Bazotte espera que o resultado dos estudos suíço e israelense contribua para disseminar a importância da pesquisa científica que deve anteceder o lançamento de qualquer produto para o consumo humano. O alerta chegou também à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que solicitou os processos de todos os produtos registrado no País pela empresa Herbalife International do Brasil Ltda., para reavaliação dos mesmos quanto à segurança de uso como alimentos. Em vários países, incluindo o Brasil, o registro sanitário de suplementos alimentares ou dietéticos é feito na categoria ?alimentos?, e não ?medicamentos?, o que os livra dos rigorosos processos de aprovação e controle. O editorial de apresentação dos estudos, "Slimming at all costs: Herbalife induced liver injury" (Emagrecendo a todo custo: Herbalife causa lesões no fígado), assinado por Felix Stickel, do Instituto de Farmacologia Clínica da Universidade de Berna, informa que muitos indivíduos que consomem suplementos alimentares se consideram "clientes" em vez de "pacientes", pois não têm a intenção específica de tratar doenças, senão melhorar a saúde de modo geral. O editorial prossegue e esclarece que relatórios sobre reações adversas e lesões no fígado pela utilização de suplementos alimentares ou dietéticos são ocorrências médicas, pois estes preparados naturais não são tão inofensivos quanto anunciados. Ainda de acordo com o editorial, as lesões observadas nos pacientes são típicas de intoxicação por Plantago ovata e Emblica officinallis, ervas que atuam na sensação de saciedade e na estimulação do apetite, e não se pode negar que os produtos analisados contém uma das substâncias. A contaminação do fígado com químicas, tais como conservantes, pesticidas, realçadores de sabor e metais pesados, adicionados propositalmente à fórmula ou presentes nos produtos crus, também são descritos no editorial. O fato dos pacientes acompanhados terem ingerido entre três e 17 diferentes produtos Herbalife, torna extremamente difícil, senão impossível, identificar o agente causador da intoxicação, até porque a empresa se recusou a fornecer as fórmulas para análise detalhada. As suspeitas recaem sobre a efedrina e o N-nitroso-fenfluramina. Stickel também respondeu a reportagem de O Diário por e-mail. Ele acredita que a Herbalife tentará questionar a relação entre a ingestão dos produtos e as lesões no fígado, mas não está seguro sobre a utilidade da informação para os consumidores. "Talvez os pacientes se tornem mais céticos, mas tenho dúvidas que isso vá acontecer. A procura por esse tipo de produto é inacreditável e rende bem no bolso daqueles que acreditam que isso só faz bem."

Cientistas querem rigor no registro

Em entrevista concedida por e-mail, o pesquisador suíço Juerg Reichen, professor de Hepatologia da Universidade de Berna, diz que o estudo clínico foi iniciado a partir da observação de um caso de lesão fulminante no fígado, seguindo os critérios CIOMS da Organização Mundial da Saúde. "Herbal does not mean innocuous: ten cases of severe hepatotoxicity associated with dietary supplements from Herbalife products" (Natural não necessariamente significa sem efeito tóxico: dez casos de hepatotoxicidade severa associados com a dieta suplementar dos produtos Herbalife), envolveu oito pesquisadores, entre médicos e farmacêuticos. Por meio de um questionário, foram identificados 12 casos de intoxicação do fígado associados a produtos Herbalife, entre 1998 e 2004. Dois casos foram excluídos. Os outros dez pacientes, com idades entre 30 e 69 anos e que passaram a manifestar sintomas após cinco meses de uso dos produtos, foram acompanhados. A biópsia do fígado de cinco pacientes apresentaram morte celular irreversível (necrose) e inflamação elevada (hepatite). Um paciente,cujo fígado parou de funcionar, foi transplantado, com sucesso. Analisado, o órgão apresentou hepatite severa. Outros três pacientes apresentaram hepatite fulminante, síndrome de obstrução de microestruturas do fígado e destruição gradual de células do órgão (cirrose hepática). Os pesquisadores suíços concluem pela gravidade das lesões observadas e recomendam, ao lado de maior detalhamento dos componentes da fórmula, regras de regulação mais rígidas. Ao mesmo tempo, afirmam que a ameaça à saúde pública dos produtos Herbalife é pequena e não deveria ser exagerada, se comparada aos incidentes de reações hepáticas com drogas sintéticas.
Estudo recomenda cautelaEm Israel, o estudo "Association between consumption of Herbalife nutritional supplements and acute hepatotoxicity" (Associação entre consumo do suplemento alimentar Herbalife e hepatotoxicidade aguda) foi feito a pedido do Ministério da Saúde, após serem identificados quatro casos de hepatite associados ao consumo dos produtos da marca, em 2004. Uma investigação em diversos hospitais do país teve início. Doze pacientes com lesões idiopáticas (sem causa conhecida) no fígado, que faziam uso de produtos Herbalife foram acompanhados. Do total, 11 eram mulheres. Duas já tinham lesões e pioraram com o consumo dos produtos. Por volta do 11º mês de uso, os danos ao fígado começaram a se manifestar. Onze pacientes superaram o quadro de hepatite sem seqüelas. Três deles, que voltaram a consumir produtos Herbalife, desenvolveram a doença novamente. O transplante de fígado foi necessário para um deles, que não sobreviveu. Os cientistas recomendam cautela aos consumidores dos produtos.

Ong quer rótulo mais esclarecedor

Em 1995, em uma doação desangue, o químico e economista Carlos Varaldo descobriu que tinha o vírus da hepatite C. Os médicos não lhe deram esperança de cura e nem aconselharam tentar o tratamento. "Decidi lutar, pois não poderia morrer antes de minha mãe. Com a doença de Alzheimer, ela dependia da minha ajuda. Estudei a doença, tratei e estou curado há 10 anos." Por orientação de um cientista, Varaldo importou da Itália ribavirina e interferon, medicação para o tratamento de hepatite que ainda estava sendo pesquisada. Ele tomou ribavirina por 21 meses e interferon por mais 18 meses. Hoje, este é o tratamento padrão para a doença no mundo. Desde então, Varaldo freqüenta congressos médicos que discutem hepatite, integra o Comitê de Ética de Pesquisas em Seres Humanos da Fundação Oswaldo Cruz e coordena a organização não-governamental Grupo Otimismo de Apoio ao Portador de Hepatite, que mantém na internet uma página com informações sobre a doença (www.hepato.com). Mais de 27.500 pessoas são cadastradas. No dia 15 de outubro de 2007, Varaldo divulgou as publicações do Journal of Hepatology na página. A Herbalife enviou uma nota de esclarecimentos, também publicada. A nota foi encaminhada para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). "Espero que a Anvisa tome providências imediatas, obrigando a empresa a colocar nos rótulos que os produtos devem ser evitados por quem tem algum problema no fígado e que somente devem ser ingeridos após consulta médica", diz Varaldo. O presidente do Grupo Otimismo também espera que a Sociedade Brasileira de Hepatologia e o Programa Nacional de Hepatites Virais também solicitem a adequada rotulagem à agência.



Carlos Varaldo Grupo Otimismo

http://www.hepato.com/p_tratamentos_alternativos/herbalife_20080109.html

18 comentários:

Anônimo disse...

Só um detalhe:
PQ Q AO TOMAR HERBALIFE NO ESPAÇO DELES, NÃO PODE SAIR COM O COPO NA MÃO E ALÉM DE TUDO NÃO PODE SER FEITA A ENTREGA A DOMICILIO OU LEVAR PARA CASA/ TRABALHO?!

Anônimo disse...

Se o herbalife é tão bom porque na sua embalagem não tem nenhuma referencia da Anvisa ou Ministério da Saúde, e porque não podem ser colados cartazes de seus produtos nos estabelecimentos, estão querendo mascarar algo?

Anônimo disse...

Sou um dos que cai no golpe da herbalife. Cheguei ao nível de supervisão e ia abrir um espaço, mas o sujeira que fui vendo resolvi desistir. O espaço ñ é lugar pra "desabar", ou, "socializar" (como eles ensinam no treinamento). É uma "isca" pra pegar o "peixe". Lá quem frequenta indica amigos pra ganhar um brinde (mentira), é só uma nutrição pra pessoa "apaixonar" com os produtos e os resultados promentidos (de fato funcionam a curto prazo,"ganhar convite" pra reunião (que eles ñ falam a palavra reunião)´que la ganhará outro brinde (geralmente uma sheiquera, ou um sabonete, etc). só que este "brinde" só é "dado" após a "palestra de indução" mas depois, sua saúde vai denunciar que algo está errado.
Quem quiser pagar para vê?!

ADELSON GOIS disse...

A TODOS QUE PRECISAM DE MAIS ESCLARECIMENTO COMO EU;TAMBÉM FIZ UM INVESTIMENTO DE 10.000R$ comprando uma tal de supervisão e uma viagem 08000(gratis)p/ BEBERIBE no CEARÁ e foi tudo mentira;tive que pagar os custos da viagem e hospedagem em hotel;inclusive tenho até recibos e duas amigas fomos lesados.GOSTARIA DE VER OS FALSARIOS PAGANDO POR ESSA E OUTRAS MENTIRAS.SIM SÓ VENDI A METADE DOS PRODUTOS.O DINHEIRO ERA PARA INVESTIR NA MINHA CASA PRÓPRIA!!!AGRADECE;ADELSON GOIS

Anônimo disse...

Estou aqui para falar sobre o que aconteceu com a minha irmã,que tomava herbalife.Começou a tomar o shaques,e foi perdendo o apetite,não queria mais se alimentar.Durante três meses ela fez a dieta,e dizia que estava bem melhor,como era bom tomar os shaques,sentia um alivio. Ela também vendia os produtos herbalife. Só que depois de um certo tempo,foi piorando sua saúde,sem vontade de se alimentar.Em uma semana ela teve fortes dores, e só piorava,o organismo já estava fraco. Mas,ela achava que não era nada,que tudo ia passar.Estava de bem com a vida com o corpo,tudo uma ilusão. Veio a falecer de infarto fulminante,pois estava fraca,o seu organismo não resistiu.Não tome remédios para emagrecer,não coloque a sua vida em risco.Pense bem antes, DEPOIS É TARDE DEMAIS...Não acredite em propagandas enganosas,que sua vida vai melhorar,não caia nessa.

Anônimo disse...

aqui na minha cidade tem muita gente usando os produtos da herbalife..e as pessoas nem faz uma pesrquisa para saber este tipo de produto,acho que anvisa teria que tomar providencias nesse sentido,poque daqui a pouco vai ter um monte de gente doente,..tem muita gente usando o produto mesmo..ANÔNIMA.....

Denise disse...

Eu tomei Herbalife direitinho (shakes, termojetcs, pípulas) por 8 meses. Gastei uma fortuna. Perdi 17Kg, estava feliz da vida, porém odiava meu distribuidor que me ligava todo santo dia pra me perguntar se eu havia tomado. Meu marido dizia: "seu tutor ligou!" Rsrs Bom, mas um dia, ele desapareceu. Fiquei sabendo que teve um AVC. Não sei se morreu, mas provavelmente sim, porque não me ligou nunca mais e ninguém me dava notícias dele. Ele era um maluco por Herbalife, só se alimentava disso. Bom, resumindo: quando parei, engordei 20Kg e não foi porque desandei a comer! Foi porque meu corpo reagiu. Eu conto isso pros vendedores (pois nunca mais quero tomar essa porcaria) e eles dizem que a culpa foi minha, que não fiz a manutenção. Agora, lendo esses links, me sinto aliviada por saber de quem é a culpa.

Anônimo disse...

Tomei 6 meses Herbalife e consegui emagrecer só 5 k, porém adquiri uma esofagite e descobri que estou com gordura no fígado. Parei faz 15 dias e estou engordando novamente.

Anônimo disse...

Eu tomei durante 8 meses,emagreci30kls..parei de tomar e engordei td de novo.pois hj estou com depressão por estar gorda denovo.mais estou desesperada,voltei a tomar de novo..pois n quero morrer gorda..desesperadanente.

Anônimo disse...

Que deve ter algo escuro ai com certeza tem, pois nada neste mundo dá tanto lucro assim para pagar cruzeiros maritimos, joias , passeios e gratificações.

Anônimo disse...

Eu tomava Herbalife e vivia me cagando, parei de tomar e meu coco ficou normal. Aleluia irmãos

Anônimo disse...

Minha esposa tomava e teve sério problema no fígado. Agora sei o motivo!!!

Anônimo disse...

Tomei o citado produto por alguns meses. Fiquei bastante decepcionada qd vi a atendente de um espaço de "vida saudável" colocar maisena nos shakes... DECEPÇAO total pq parei e fiquei me perguntando o q poderiam estar misturando nesse produto... nunca mais consegui entrar em outro espaço por absoluta falta de confiança.

Laercio Kerber disse...

Eu precisava perder 7 kg...há 6 meses comecei programa de exercícios na academia. Mudei meus hábitos alimentares, parei com os refri´s...sobremesas calóricas...bolachinhas...substitui estas porcarias por frutas, verduras, água...

Confesso que não é tão fácil quanto ingerir um shaques...mas já perdi 2 kg...e o que melhor, estou me sentindo muuuittooo bem. A cada dia que passa minha capacidade pulmonar melhora e minha resistência física se mostra melhor.

Não existe milagre. Quer emagrecer? Fecha a boca (não pode comer de tudo) e tem que queimar calorias...simples assim!

Anônimo disse...

Pois eu emagreci 20kg, com dieta orientada por nutricionista e atividade física também orientada por profissional. Não usei e jamais usaria esses produtos em busca de resultados imediatos que poderão me trazer sérios problemas no futuro. Fica a dica.

Anônimo disse...

Eu tomei por tres meses, perdi 5 kilos. Tive uma convulsão. O diagnóstico foi anemia e fata de alimentação.

Anônimo disse...

Quer emagrecer ? então levanta a sua bunda gorda do seu sofá e vá até uma academia,ou vá até um parque correr,ou corra no seu bairro mesmo,faça exercicios,pare de acreditar em shakes e dietas milagrosas.Teu corpo precisa de DÉFICIT calorico,voce precisa QUEIMAR AS CALORIAS.Pare de ser preguiçoso e acorde 1 hora mais cedo e vá caminhas,correr,pular corda,ou praticar uma luta ao invés de acreditar que tua BANHA vai sumir com milagre de Deus

Anônimo disse...

Eu não engordei nada e ainda adquiri uma dor terrível no estômago, tive esofagite e gordura no figado

Postagens populares